ADOÇÃO: família é uma questão de amor e não de gênero

A questão da adoção de crianças órfãs por casais homoafetivos é de longe um assunto extremamente polêmico, o que, na minha opinião não deveria ser, pois quê mal há em colocar uma criança dentro de uma família que se respeita, se ama e pode prover a ela todo sustento que precisa? Perturbador notar que para muitos conservadores é mais importante se manter uma criança dentro de seus moldes de uma família heteroafetiva, que apenas buscar incluí-la em uma FAMÍLIA. Isto é, há preocupação preliminar não se o casal em questão irá…