O perigoso do voto ofensivo

De tantas divergências presentes no meio Libertário, sem dúvida a qual este escritor acha mais estranha é quando se trata do tema de “eleições e votos”. Há certo tempo começara a se discutir sobre o chamado “voto ofensivo”, que nada mais é que um nome bonito e encurtado para a famosa frase “vamos votar no menos pior”. Desde quando o sufrágio foi implantado no Brasil como ferramenta para eleição de governantes, é possível se ver o discurso do voto ofensivo. Um belo sofisma na defesa da crença de que exista…

Deputados aprovam em caráter de urgência projeto que reduz punições de partidos políticos

Foi votado em caráter de urgência o Projeto de Lei que confronta a resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), reduzindo a previsão de punições a partidos políticos, envolvendo prestação de contas. Abaixo segue a lista de todos os Deputados que votaram a favor e contra o projeto, com destaque especial para o tão aclamado Jair Messias Bolsonaro (PSC) e seu filho, Eduardo Bolsonaro (PSC). DEM Abel Mesquita Jr. (RR): Sim Alberto Fraga (DF): Sim Carlos Melles (MG): Sim Claudio Cajado (BA): Sim Eli Corrêa Filho (SP): Sim Elmar Nascimento (BA): Sim Felipe Maia…

Crise no ES: Como o Desarmamento Fez uma População Refém

Com a polêmica manifestação dos familiares de policiais militares no Espírito Santo, é oportuna a explicação de como o desarmamento prejudicou os moradores desse estado, permitindo que, somente na última segunda-feira (06/02), mais de 200 roubos e 70 mortes ocorressem. O estudo citado nesse artigo foi feito pela Universidade  de Harvard (em inglês). O clichê “armas não matam, pessoas sim” é confirmado através de diversas evidências que apontam que: “embora muitas nações que possuem altos índices de porte de armas têm taxas de homicídio muito mais baixas do que nações com regras estritas…

O Caminho da Secessão

Introdução  O cerne deste artigo é apresentar os defeitos da centralização, a necessidade da secessão e seus benefícios para países de todo o mundo, inclusive o Brasil por ser um país continental.  Atualmente a economia brasileira – áreas como educação, saúde, segurança e outras, dependem diretamente de uma economia próspera e estável – se encontra em situação precária, sendo essa situação vista no desemprego, nas escolas de má qualidade, nos hospitais em mau funcionamento, na alta taxa de criminalidade e na degeneração das leis e do poder judicial. Não há…

Opinião: entenda de uma vez por todas, o Estado não se importa com os pobres!

Há poucos dias fizemos uma matéria no site parabenizando o atual prefeito de São Paulo, em razão de sua iniciativa para retirar moradores de rua da ociosidade, dando-lhes chance de um trabalho. Contudo, a hipocrisia que sempre acompanha os componentes do Estado não poderia deixar de se fazer presente neste governante. Uma semana após lançar o projeto “Trabalho Novo”, João Dória (PSDB), resolveu impedir o funcionamento de vários camelódromos, deixando, portanto, diversas famílias desempregadas. A atitude do prefeito apenas corrobora aquilo que todo Libertário sempre apontou: o maior inimigo do…

O fantasma da internet limitada retornou, e agora?

O fantasma que assombrou os brasileiros em 2016 retorna nos primeiros treze dias de 2017 através do atual Ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab (PSD). O Ministro afirmou que até o 2º semestre de 2017 a expectativa é que o limite de internet fixa seja implementado em todo Brasil. Fato este que foi recebido com as mesmas objeções do ano passado, e com mais intensidade. Contudo, Kassab obviamente não tem ciência dos transtornos que o povo brasileiro passa com as prestadoras do serviço de internet, se desta…

“Trabalho Novo” – Projeto de João Dória visa empregar até 20 mil moradores de rua

O atual prefeito da capital de São Paulo, João Dória Junior (PSDB), pretende empregar até o dia 31 de dezembro do ano corrente, 20 mil moradores de rua. O programa intitulado Trabalho Novo criou parceria com sindicatos da área de conservação e limpeza da cidade, a fim de que sejam reservadas algumas vagas do setor para os moradores. Será pago o equivalente a um salário mínimo (R$937,00) para cada trabalhador, inclusive aqueles que conseguirem um emprego deverão se comprometer em deixar as ruas no prazo de 90 dias, possuindo como opção de moradia os albergues, que passarão a ser chamados de Espaço…

Menos Marx, Mais Bastiat

Frédéric Bastiat, exímio jornalista e economista francês que viveu em Roma nos anos de 1801 a 1850, escreveu obras que antecederam a Revolução de 1848 (Primavera dos Povos), nas quais seu caráter liberal é destilado, demonstrando grande afeição pelo Anarcocapitalismo, embora este sequer fosse comentado na época. Em seus icônicos livros “FREDERIC BASTIAT” e “A LEI”, a repulsa para com o Estado é evidente. Regados de sarcasmo, suas obras são duras críticas à intervenção estatal na economia e vida pessoal do indivíduo, esta primeira com mais intensidade que a segunda. Enfatiza-se…

Tem doutorado, mas ainda diz “neoliberal”? Lamentável!

  Aquele que já concluiu ou está para concluir o ensino médio possivelmente durante as aulas de sociologia, filosofia, história e geografia se deparou com o termo neoliberal. A teoria de que tudo será privatizado se mantendo com subsídios do governo, um sistema que beneficiaria exclusivamente banqueiros e empresas, gerando monopólio, sem contar as normas protecionistas e extinção de quaisquer programas sociais. O lado cômico desta ideologia ensinada nas escolas públicas e privadas, é que ela simplesmente não existe. Não há autores do propriamente dito neoliberalismo, nenhum que proclame para…

Na Venezuela, o natal parecia filme de terror

Amanhece em Caracas, capital venezuelana. A metrópole ─ famosa no país por ter a tradição de seus moradores andarem de patins rumo às igrejas na manhã de natal ─ acordou triste. A capital tem um índice de homicídios equivalente a cidades de cenários de guerra, além de saques (quando os mercados estão abastecidos) e confrontos caracterizados como verdadeiras batalhas campais, entre o exército e uma população furiosa por diversos motivos. A tradição de patinar durante o 25 de Dezembro tornou-se impossível por muitos motivos, mas talvez o principal seja o preço: um…