Feminismo é algo bom sim, ruim é seu machismo

Quando se fala em feminismo todos já pensam em: mulheres expondo seus seios em público; com axilas peludas e coloridas; cheias de piercing, tatuagens e principalmente grupo de mulheres que odeiam homens e querem matar a todos, transformando a Terra em uma Temiscira.

Uma feminista de fato não tem ódio à homens, falando de forma generalizada deles, mas sim tem raiva daqueles que se acham acima de qualquer outra pessoa, isto é, homens que pensam que o patriarcado deve prevalecer. Interessante que não apenas elas repudiam homens assim, mas aqueles [homens] que se consideram mais sensatos o deveriam fazer, pois não há nada mais repugnante que alguém se achar melhor que outro só por causa de algum detalhe de gênero, cor ou qualquer outra coisa.

Homens que gritam a favor do machismo ou patriarcado sem dúvida alguma tem certa deficiência mental e precisam de tratamento urgente! O próprio John Locke ─ em seu livro Dois Tratados do Governo ─ repudia Robert Filmer pelo seu livro intitulado Patriarcha, e para aqueles que justificam seu machismo com religião ou qualquer outra besteira, Locke deixa claro que todo homem nasce dotado do livre arbítrio, logo se faz inadmissível que um ser dotado de razão queira submeter outro a suas vontades, pois tal ato fere o dom mais importante dado por Deus, a liberdade.

No que se refere ao feminismo, o qual é um belíssimo movimento em prol das mulheres, que conseguiu quebrar barreiras as incluindo em todos os tipos de profissões e ainda lhes dando o direito ao voto, este deveria ser bem mais valorizado pelos próprios homens que estão ao lado da liberdade e não admitem qualquer tipo de opressão.

Contudo, as próprias mulheres que deveriam apoiar o movimento estão se afastam dele, mas por que? Bom, ao analisar críticas de colegas feministas o grande empecilho se vira para feministas da quinta onda, ou mais conhecidas como radicais. Discursos odiosos dirigidos aos homens e até mesmo às mulheres que não concordem com elas, estas últimas acabam por serem taxadas de inúmeros nomes pejorativos incluindo “machista”.

Portanto, deveria partir de um movimento sério como é o feminismo uma pausa acompanhada de uma bela reflexão, pois a partir do momento que seu movimento afasta aqueles a quem deveriam abraçar e lutar por, é porque há algo de muito errado e merece ser corrigido. Egocentrismo não tem vez, não há feminista que está completamente certa ou errada, isso é impossível; por isto não há motivos para ninguém, sendo integrante ou não do movimento se por como melhor que outra pessoa, apenas porque este o segue ou não.

Ademais, a frase “homem não tem que dar pitaco quanto ao movimento feminista” é uma das maiores tolices já ditas em todos estes tempos, à vista de que se os homens começam a apoiar o movimento muito mais fácil será para este alcançar o que deseja (a liberdade e igualdade da mulher na sociedade). Liberais, Libertários e Anarcocapitalistas são os maiores defensores da liberdade, logo é quase que uma obrigação deste apoiar o movimento feminista, se houver um que não o apoie com certeza precisa rever seus conceitos. Todavia, também deveria partir das feministas apoiarem estas ideologias, vez que são as que mais lutam pela liberdade de todos sem quaisquer discriminações.

Desta forma, se pode considerar que o feminismo é na realidade algo muito bom e necessário, mas que como qualquer outro movimento possui seus extremistas, os quais podem ser mais um problema que um benefício. Apoiar homens no meio feminista será excelente, bem como unir a este ideais que rezam pela liberdade. E homens, por favor, não exaltem o machismo ou patriarcalismo, porque isso é feio, rude, e principalmente vergonhoso.

Fundador do site Mão Invisível, Conselheiro Estadual junto ao Liderança nas Escolas em São Paulo, estudante de Direito e amante de quadrinhos
Loading Facebook Comments ...